notícias

SINPEF/RN - NOTA DE REPÚDIO Postado hoje por Sindicato dos Policiais Federais às 22:08


                O SINDICATO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – SINPEF/RN, através do seu Presidente, ANTÔNIO CARLOS DE LIRA FRAGA, no uso de suas atribuições legais, apresenta NOTA DE REPÚDIO em razão das distorcidas e inconsequentes imputações praticadas pela Sra. Renata Moura Fonseca, advogada e casada com um agente de Policia Federal, lotado na SR/DPF/RN, através de suas publicações em grupos do aplicativo de mensagens de ampla divulgação - “WhatsApp” - onde deturpa o brasão da Polícia Federal, substituindo o nome “Polícia” por “Milícia”, com clara intenção de ferir a tão idônea imagem da nossa honrada e gloriosa Instituição.


À esquerda temos a imagem divulgada pela Sra. Renata e à direita o símbolo da honrada instituição da Polícia Federal:




                            

          Mister se faz ressaltar que o termo “milícia” é usado, dentro do contexto atual, para designar aqueles “grupos criminosos compostos por agentes e ex-agentes da lei, além de civis, que exercem um tipo de controle extorsivo sobre comunidades periféricas nas grandes cidades brasileiras, aproveitando-se da vulnerabilidade das pessoas residentes nesses locais”.

              Considerando isso, ao associar a Instituição Polícia Federal a esses grupos criminosos (milícias), a Sra. Renata, além de desrespeitar profundamente todos aqueles que compõem o quadro de servidores da PF, comete o crime contra honra de todos os Policiais Federais do Brasil, ao divulgar imagem atribuindo aos policiais federais a pejorativa qualidade de milicianos.

           Assim, revela-se absolutamente inadmissível o teor da referida publicação, visto que põe em total descrédito a imagem da Polícia Federal, equiparando-a a marginais transgressores da lei, indo, dessa forma, em total desencontro com a própria missão da instituição que é de exercer as atribuições de polícia judiciária e administrativa da União, a fim de contribuir na manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

              O trocadilho feito na postagem demonstra uma imensa irresponsabilidade do seu publicador, por tentar atrelar uma imagem criminosa a uma instituição que a duras penas vem protagonizando um intenso combate contra a criminalidade, inclusive com policiais que dia a dia se arriscam para preservação da paz e combate intensivo a corrupção que assola nosso país.

           Destaca-se que a ofensiva imagem postada é ainda mais grave em razão da Sra. Renata, por ser casada com um agente da Polícia, ter total conhecimento do correto proceder da instituição, devendo, pelo contrário, reconhecer a respeitabilidade e honradez com que a Polícia Federal sempre desempenhou suas funções.

             Assim, por tudo exposto, a conduta exposta nesta NOTA DE REPÚDIO deve ser intensamente combatida por não só desrespeitar a Polícia Federal, como instituição, mas também cada um dos POLICIAIS FEDERAIS de todo país, que dotados da mais alta capacidade intelectual, exercem suas funções pautados na moralidade, honestidade, ética, honra e decoro.

            Registre-se por oportuno que diversas foram as manifestações de repúdio e desapreço dos nossos filiados em razão do ato irresponsável praticado pela divulgadora da imagem depreciativa do nosso Brasão, razão pela qual externamos nosso REPÚDIO, ao tempo em que solicitamos às autoridades a adoção das mais enérgicas medidas.

           Por fim, remete esta NOTA DE REPÚDIO à Superintendência da Polícia Federal para que tome as medidas legais cabíveis, para fins de apuração da responsabilidade criminal pela divulgação da maculosa e repugnante imagem do nosso Brasão Institucional.



Atenciosamente,



Natal/RN, 05 de maio de 2020

 


SINDICATO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – SINPEF/RN




ANTÔNIO CARLOS DE LIRA FRAGA

PRESIDENTE






voltar