notícias

Presidente do SINPEF/RN fala na PNTV sobre segurança Postado hoje por Sindicato dos Policiais Federais às 08:20

Presidente do Sindicato dos Policiais Federais do RN falou na PNTV sobre segurança, como combate-la e necessidade de união de forças.

O SINPEF/RN juntamente com outros órgãos como a OAB, formou um fórum para debater as questões relativas à insegurança no RN. Esse fórum emitiu alguma sugestão que possa apresentar ao Governo do Estado para enfrentar a situação em que vivemos?
Sim! Diante do caos em que nós vivemos, nós operadores de segurança pública tomamos a iniciativa de elencar uma série de medidas, juntamente com a sociedade civil, mais especificamente com a OAB, e apresentamos na última semana uma série de propostas ao comandante da Polícia Militar. Nós voltaremos a discutir essa questão com a PM e com o próprio Governo do Estado. O intuito é implementar algumas medidas simples, mas eficazes, de modo que nós consigamos efetivamente combater o caos que existe hoje em nosso estado. O Rio Grande do Norte não pode continuar a mercê da bandidagem. Infelizmente a cada dia que passa, as facções criminosas avançam sobre a sociedade, deixando todo o povo potiguar refém da criminalidade, e isso precisa ser resolvido com urgência.

É certo dizer que os marginais estão perdendo o medo da força do estado?
Infelizmente o imobilismo do estado, mais especificamente aqui no Rio Grande do Norte tem feito com quê a criminalidade veja o campo aberto e avance. Se nós continuarmos da forma em que estamos, apenas assistindo o avanço da criminalidade, a tendência é que permaneçamos reféns da criminalidade. Por isso, a necessidade desse fórum de segurança discutir com outras entidades da sociedade civil, uma forma para pressionarmos o governo do estado a adotar algumas dessas medidas propostas pela OAB e pelo FORSERG, para que consigamos debelar essa criminalidade que tem se espalhado.

O sr. poderia citar alguns pontos, ou algumas medidas que poderiam num curto ou médio prazo serem tomadas?
Uma das primeiras medidas a serem adotadas, é a ideia de ocupar alguns trechos da Região Metropolitana de Natal, que tem sido dominados pela criminalidade. Isso é explicito, nós temos esses dados. Mas infelizmente o Governo não tem sido efetivo para fazer essas ocupações. O segundo passo que avaliamos como fundamental, é ampliarmos as investigações, de modo em que consigamos debelar o financiamento dessas facções, porque quando não houver mais dinheiro, fatalmente ficará mais fácil para o estado, tomar conta novamente dessa questão. São pontos mínimos, mas que podem ser implantados facilmente, e que darão um retorno para a sociedade.

Em relação ao financiamento, o ponto alto hoje são as explosões de caixas eletrônicos, de carro-forte?
Sim! Esses são alguns dos pontos de financiamento, bem como o tráfico de drogas, que é algo plausível. Qualquer pessoa consegue enxergar na própria comunidade, e que gera um dinheiro considerável para essas facções e infelizmente não tem sido cessado.


FONTE: POTIGUAR NOTÍCIAS

voltar

Rua Raimundo Chaves, 1582 Lagoa Nova - Natal - CEP: 59.064-390 (Ver no mapa)

(84) 3234-7407

contato.sinpefrn@gmail.com