notícias

Frente da PF elege pelo menos cinco deputados e soma 4 milhões de votos no Brasil Postado hoje por Sindicato dos Policiais Federais às 16:52

Um dia para ficar na memória dos policiais federais brasileiros. Nas eleições desse domingo (7), pelo menos cinco representantes da carreira foram escolhidos democraticamente pelo povo e passam a ocupar, a partir de janeiro, cadeiras na Câmara dos Deputados, no Senado Federal e nas câmaras legislativas. Em todo o País, os brasileiros disseram não à corrupção e votaram por uma segurança pública mais eficiente. Foram cerca de quatro milhões de votos para candidatos da Frente de Agentes da Polícia Federal.

Policial Federal de carreira, Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) se tornou o deputado federal mais bem votado da história do Brasil. Ele recebeu 1,8 milhões de votos e conduzirá seu segundo mandato na Câmara. O agente de Polícia Federal Aluísio Mendes (PODEMOS) também fará seu segundo mandato como deputado federal, segundo a vontade de 106 mil maranhenses.

No Sul, o policial federal Ubiratan Sanderson (PSL) foi eleito para o seu primeiro mandato na Câmara Federal com 89 mil votos. Natural de Erechim, ele tem 44 anos de idade, 22 deles dedicados à Polícia Federal e à valorização da carreira. Nas redes sociais, ele agradeceu o apoio dos colegas e se comprometeu a trabalhar pelo combate à corrupção.

“Essa vitória é resultado do empenho de milhares de pessoas, milhares de gaúchos que se engajaram nessa campanha cívica, honesta e singela. Não tivemos muitos recursos, nem tempo para expor nossas ideias na TV e nas rádios do estado, mas ainda assim tivemos um excelente resultado. Agora, vamos começar o processo de devolver o Brasil para os brasileiros”, escreveu em sua conta no Facebook.

A carreira contará novamente com um representante no Senado. Também da Frente de Agentes da PF, o policial Marinho Cunha foi eleito suplente do senador Zequinha Cunha e vai representar seu estado, Pará, em Brasília (DF) a partir do ano que vem.
Deputados estaduais eleitos

Dois candidatos da Polícia Federal foram eleitos para assembleias legislativas do País. Marcio Pacheco, do PPL, teve 40 mil votos. Ele que já foi vereador de Cascavel (PR), em 2012, conquistou seu primeiro mandato na Câmara Legislativa do estado no pleito de 2014. Com o resultado obtido ontem nas urnas, seguirá atuando pela segurança pública, sua principal bandeira, pelo menos até 2022.

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do País, o agente federal Danilo Balas foi eleito deputado estadual. Foram 38 mil votos. “A honestidade venceu”, afirmou em suas redes sociais.
Frente de Agentes da PF

O êxito alcançado pelos policiais federais nessas eleições é resultado de um trabalho intenso junto aos policiais federais e à sociedade. É o que afirma o policial federal e presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens. A entidade representativa foi a principal apoiadora da Frente, com a promoção de encontros entre policiais federais com intenção de concorrer a cargos eletivos e o apoio na divulgação das campanhas.

“Estamos participando de um pleito histórico, principalmente para o Congresso Nacional. Tivemos pela primeira vez um policial federal oriundo do sindicalismo, justamente do Rio Grande do Sul, que foi o sindicato de policiais pioneiro no Brasil. A eleição do Ubiratan Sanderson tem um significado muito importante, porque ele nasceu desse novo sindicalismo, que busca a modernização da Polícia Federal, da reestruturação do quadro e um combate ferrenho à corrupção no Brasil”, analisa Boudens.

Para o líder sindical, a expectativa é de que a carreira alcance resultados cada vez mais expressivos. “Tivemos um resultado muito superior a qualquer outra eleição. Esse é um cenário que foi construído com muita luta e dedicação, é um projeto que marcou a nossa história. Todos os candidatos, inclusive aqueles que não se elegeram, abriram um caminho para um futuro melhor, especialmente para a segurança pública”.
Desempenho da segurança pública

Operadores de segurança pública apareceram entre os candidatos com maior apoio da população nessas eleições. Além dos agentes de polícia federal, três delegados da PF foram eleitos para o Congresso Nacional. Cerca de 30 servidores de outros órgãos da segurança pública também foram eleitos.

Na opinião do diretor parlamentar da Fenapef, Marcus Firme dos Reis, o desempenho desses candidatos está diretamente ligado à preocupação da população com a violência e a corrupção e sua confiança de que é preciso contar com a expertise desses profissionais na formulação de políticas públicas para a área. “O voto é a arma que a população tem para fazer o que o governo não faz de forma espontânea, que é trazer os especialistas da setor para um lugar estratégico e de tomada de decisão”, avaliou.

FONTE: Comunicação Fenapef

voltar

Rua Raimundo Chaves, 1582 Lagoa Nova - Natal - CEP: 59.064-390 (Ver no mapa)

(84) 3234-7407

contato.sinpefrn@gmail.com